Quais são as desvantagens do gás natural veicular?

O uso do gás natural veicular (GNV) apresenta algumas desvantagens significativas que devem ser consideradas pelos consumidores. Uma das mais impactantes é a perda da garantia de fábrica do veículo. Isso ocorre porque a instalação do kit GNV requer modificações na estrutura original do carro, o que pode invalidar a garantia fornecida pelo fabricante. Para muitos proprietários, essa questão de garantia é crucial, pois pode resultar em custos adicionais caso ocorram problemas mecânicos não cobertos após a instalação do sistema de GNV.

Além da questão da garantia, há também os custos associados à instalação, inspeção e regularização do veículo para uso de GNV. A instalação do kit não é barata e pode variar dependendo do modelo do veículo e das especificações do sistema escolhido. Adicionalmente, o processo de inspeção e regularização requerido pelas autoridades locais pode implicar em mais despesas e burocracia para os proprietários de veículos que optam pelo GNV.

Portanto, embora o GNV seja uma alternativa viável para reduzir os custos com combustível, especialmente em países onde o preço do gás natural é competitivo, é essencial ponderar as desvantagens, como a perda da garantia de fábrica e os custos adicionais de instalação e regularização do veículo. Esses fatores podem influenciar a decisão dos consumidores que estão considerando essa opção para seus veículos.

(Resposta: As desvantagens do gás natural veicular incluem a perda da garantia de fábrica do veículo e os custos elevados de instalação, inspeção e regularização.)